Mães Tóxicas e como lidar com elas

As mães desempenham um papel central na vida de todas as crianças. No entanto, muitas crianças lutam profundamente com a toxicidade de suas mães. Quando isso acontece, eles podem rejeitar suas mães de maneira tóxica também. As mães que rejeitam seus filhos são conhecidas como “mães tóxicas e manipuladoras”. Mães tóxicas raramente têm relacionamentos saudáveis ​​com seus filhos e causam danos ao longo da vida para todos os envolvidos.


O relativismo moral dificulta a construção de relacionamentos saudáveis ​de filhos e mães. Como todos acreditam em coisas diferentes, qualquer discussão com uma mãe se torna confusa rapidamente. Rapidamente se transforma em uma discussão sobre o que é certo ou errado e uma tentativa de convencer o outro da correção de seus pontos de vista. Isso cria conflitos entre filhos e mães desde o início – nenhum dos lados conseguem discutir significativamente questões abstratas e relativas ao outro. Isso impede que qualquer crescimento ou compreensão real comece a partir desses começos conturbados. Em vez disso, as pessoas presas nesse ciclo de mal-entendidos acabam criando ainda mais problemas para si mesmas no futuro.


Os filhos acabam desenvolvendo defesas para dominar vários mecanismos de enfrentamento para evitar serem como a mãe. Alguns exemplos disso são comer demais, jogar jogos de azar, abuso de substâncias, promiscuidade e assistir a séries da Netflix até desmaiar na cama. As mães que se recusam a entender isso continuarão a intimidar e antagonizar seus filhos até a idade adulta – independentemente do que os filhos pensam sobre suas mães, elas acabam se tornando um capacho para as suas mães mais tarde na vida. Os filhos que entendem que devem evitar ser como a mãe nesse aspecto, serão capazes de encontrar maneiras melhores de lidar com emoções difíceis, a violência e o vícios em geral.


Tanto os filhos quanto as mães precisam aprender a separar o amor do respeito. O respeito por uma pessoa não se dá em detrimento ao desrespeito ao outro. Os filhos devem tratar suas mães com respeito básico, a menos que isso viole sua moral, integridade física ou princípios de direitos humanos de alguma forma.


Mesmo que relacionamentos tóxicos geralmente estejam além do controle de qualquer pessoa uma vez iniciados, criar um ambiente mais harmonioso entre pais e filhos é benéfico e possível para todos os envolvidos.


Sobretudo, podemos dizer que mães com o transtorno de personalidade narcisista, torna o assunto bem mais complexo pois a dinâmica com essa mãe é bem mais velada e controlada pelos interesses em suprir as vantagens que essa mãe possa ter em relação aos seus filhos.


Filhos de mães com esse respectivo transtorno, devem procurar ajuda com profissionais da saúde mental que tenham experiência e conhecimento de causa uma vez que reconhecem que há algo estranho com o comportamento de suas mães. Uma vez que se reconhece os traços de narcisismo patológico em suas mães, devem observar quais sentimentos e sintomas afetam o próprio corpo e mente deles para que possam não normalizar o abuso e manipulação tóxica por parte de suas mães.


Gostou desse texto? Que tal compartilhá-lo?








62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo