Posts do fórum

Ciane Chagas
19 de set. de 2022
In Fórum do sobrevivente
Por ter nascido num ambiente tóxico, dentro de mim algo dizia que não era certo tudo aquilo, sempre busquei respostas, mas ela só veio no momento em que eu nem esperava, o mais normal lá em casa atira nos pés de mulher grávida, tenho muitas memórias ruins, aonde eu tinha que sair correndo porque meu tio puxava uma arma para atirar em alguém da família, e depois todo mundo ria disso, do nada se começava uma briga e a gente tinha que correr para se salvar, a minha sorte foi a rua, só entrava em casa para dormir,e por um bom tempo foi assim,quando já estava com uns 12 anos e colocavam para cuidar do meu sobrinho, depois fui promovida a empregada doméstica,e assim fiquei até aos 21 anos,quando casei e sai de casa, pensava eu que estava livre, foi pior, eles me perseguiam no trabalho, meu irmão quando me via com dinheiro tomava do meu bolso, e ninguém fazia nada, como apanhei muito dele, tinha medo porque ele anda armado e sei que não tem empatia alguma, dava. Na minha família, a frieza com que eles matam uma pessoa é assustador. A minha mãe é enfermeira,minha irmã ficou doente e minha mãe deu para ela tomar por 30 dias, prednisona, esse remédio só pode ser usado no máximo por 7 dias, ou seja, minha irmã teria sofrido um infarto. Por isso agradeço a Deus todo dia ter encontrado vocês! Existe saída, por mais doloroso que seja ficar no abuso não é uma boa, lembro de cada palavra do Josimar e do Getúlio, e guardo todas no coração.
2
0
18
Ciane Chagas
10 de set. de 2022
In Fórum do sobrevivente
Olá,estimados! Meu relato é de uma filha de mãe beirando a psicopatia,sou a mais nova dos três filhos dela,acho que só escapei porque vivia na rua,sofri violência física do meu irmão do meio,que a mando de minha mãe, me batia se eu não fizesse o que ele queria,fui criada,o termo é esse mesmo,criada como bicho,para ser empregada doméstica deles,isso me fez ter muita raiva,porque dei tudo de mim achando que tinha algo de errado comigo, meu irmão me tomava dinheiro, tinha que sempre dá tudo a eles, minha servidão tinha que ser integral, até pouco tempo era assim, emprestei meu crédito pro meu sobrinho comprar um carro, porque ele traiu a esposa com uma mulher mais nova e ela ficou grávida, ele não queria dividir os bens com a esposa da qual foi casado por dez anos, fui ajudar e como sempre não foi o suficiente, ele ainda queria que eu cuidasse do filho dele o dia todo, mesmo trabalhando. A descoberta veio porque eu não aceitei cuidar do filho dele,fizeram uma confusão comigo,forjaram coisas me acusaram de outras tantas,mas mantive minha palavra, eles me isolaram, foi ai, que eu coloquei um espião no celular da minha mãe,e descobri que ela me acusava de tentativa de homicídio, inventaram tanta coisa,que eu coloquei todos juntos e foi um teatro. ( A casa caiu ). Ela, me fazia ter medo da minha intuição, tentou de todas formas me colocar como louca, quando era criança eu sentia quando algo iria acontecer, ela me fazia ter medos dos meus instintos, ficava me levando em centro de 'umbanda'. Agora, a forma como minha mãe nos criou foi cruel, perversa e muito dissimulada, fazia eu beber perfume porque dizia que eu era impura, cortava meu cabelo curto, dizia que eu tinha que ser homem, porque ela não gostava de filha mulher, a gente não podia ser feminina, nem eu e nem minha irmã , ela tomou o filho da minha irmã, tanto que ele chama a avó de mãe, sempre travava mal , me chamava de inútil, não queria que a gente estudasse, atrapalhava demais, porque todo dia tinha uma briga diferente, meu pai foi um covarde , via tudo e nada fazia, minha irmã me roubou toda vez que teve a chance, fomos criadas em meio a confusão e muita briga, meu irmão foi dispensado das forças armadas porque o psiquiatra pediu uma avaliação de personalidade, desconfio que ele seja psicopata. E aqui estou eu , tentando sair do cativeiro,curando minhas feridas e com as mãos limpas,mas o coração muito machucado.
2
2
30
 

Ciane Chagas

Mais ações