Os cinco destruidores de relacionamento


Não é raro ouvir a pergunta por que tantos relacionamentos falham.

Podemos listar pelo menos cinco fatores que roubam a paz nos relacionamentos


SEDE DE CONTROLE


Muitas pessoas entram em um relacionamento com um medo palpável de rejeição, e esse medo impulsiona várias formas de controlar o comportamento dos outros.


A necessidade de controlar o relacionamento pode ser classificado em duas categorias principais - controle aberto e o controle encoberto.


O controle aberto se manifesta em formas de ataque, tais como culpar o outro, sentir raiva, agir com violência, julgamento, crítica e ridícularização.


O controle encoberto inclui a conformidade, mecanismo de defesa, auto-justificação,

mentira e negação.


É bem provável que a pessoa do outro lado do ataque responderá com alguma forma de controle encoberto também, na tentativa de tomar o controle para não ser atacado.


O comportamento de controle resultará em ressentimento e distância emocional, provocando assim, a própria rejeição.


RESISTÊNCIA


Muitas pessoas entram em um relacionamento com um medo terrível de serem

engolidas e controladas ou até mesmo se perderem.


No momento em que elas partem para a tentativa de controlá-los, eles respondem com resistência - recuo, desprezo, indiferênça e procrastinação.


Quando uma das partes está controlando e o outro é resistente - o que é realmente uma

tentativa de ter controle sobre não ser controlado - o relacionamento se torna

estagnado. Os parceiros nesse sistema de relacionamento sentem-se frustrados,

paralisados e ressentidos.


CARÊNCIA


Um dos maiores erros de muitas pessoas que entram em relacionamento é acreditar que é o trabalho do parceiro preencher o vazio, tirar a solidão e fazer com que se sintam bem consigo mesmas.


Quando as pessoas não aprendem a assumir responsabilidade por seus próprios sentimentos e necessidades, e a definir seu próprio valor, elas acabam procurando depositar toda a responsabilidade nos seu parceiro e por fim acabam se frustrando por não alcançar o tão desejado objetivo.



DEPENDÊNCIA QUÍMICA OU ABUSO DE BEBIDA ALCOÓLICA


A maioria das pessoas que se sentem vazias, por sua vez, transformam-se em vícios

substanciais e processuais, na tentativa de preencher seu vazio e tirar a dor de sua

solidão . Álcool e abuso de drogas, comida, gastos, apostas, negócios, sexo

na Internet e pornografia, trabalho, TV, acumular coisas, e assim por diante, podem ser usados como formas de preencher o vazio e evitar medos do fracasso, inadequação e rejeição. E todas elas são formas de excluir seu parceiro.


O CISCO NOS OLHOS DO PARCEIRO


Não é supresa que muitas pessoas são especialistas em reparar que há um cisco no olho do parceiro enquanto há uma trave em seus próprios olhos.

Muitos são muito capazes de perceber o que está causando problemas no relacionamento, mas são completamente incapazes de perceber os seus próprios erros .


Por exemplo, você pode estar muito ciente da resistência ou da introspecção do seu parceiro, porém por um outro lado pode estar não percebendo o seu próprio comportamento e julgamento. Você pode estar muito atento à raiva de seu parceiro, mas ignora completamente sua própria conformidade. Você pode estar muito atento ao comportamento aditivo de seu parceiro, mas muito bem inconsciente de seus próprios

vícios.


Enquanto os seus olhos estiverem atentos ao cisco nos olhos do seu parceiro, e não em você, dificilmente as coisas vão mudar mesmo que o parceiro mude.


NEUTRALIZANDO OS ASSASSINOS DE RELACIONAMENTO


O medo é absolutamente o maior empecilho para que você tenha sucesso em um relacionamento amoroso ou qualquer tipo de relacionamento afetivo.


Enquanto você se deixar levar pelo medo todos estes comportamentos mencionados acima serão predominantes em seus relacionamentos.

Uma das maneiras de adquirir maturidade e perder o medo é através da inteligência emocional.

É tão necessário que se saiba desenvolver total responsabilidade pelos seus próprios sentimentos e necessidades.


Deixe seu comentário abaixo e compartilhe este post com alguém que você acha que precisa entender tudo isso de uma maneira simples e clara.


83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo